BAIXE O DISCO

  • YouTube
Spotify_Logo_RGB_Black.png
1200px-Apple_logo_black.svg.png
bandcamp-button-bc-circle-black-512.png

Produção, arranjos e afins Edu Marin

Mixagem Felipe Julian

Masterização André Magalhães

As letra das das cançoes Esse Adeus, Ir Até e Os Homens são poemas de arrudA

A canção Acidente tem parceria com Meno Del Picchia

1. South America

Eu que nasci

Na América do Sul

Não sei Cali
Nem sei de Havana

Mas já ouvi

Eu que vivi

Ao sul do Equador

Não fui a Quito

Nem a Iquitos

Mas aprendi

Eu que morro todo dia

Na América Latina

Sei que parte disso

É o que somos

Essa é a história que fica

Eu que nasci

Na América do Sul

Não sei Ascurra
Nem de Caracas

Mas já ouvi

Eu que vivi

Ao sul do Equador

Não fui a Salta

Nem fui a Sucre

Mas aprendi

2. Esse Adeus

poema de arrudA

esse adeus

que não cabe

esse deus

que não dorme

essa noite

sem nome

essa borda

que dança

sem lógica

alguma

esse chão

que se move
entre a carne

e a unha

essa não

partitura

e as cores

do dia

me dizendo

 

sim

3. Ir até

poema de arrudA

ir até antes

das águas

ir até antes

das armas

ir até antes

do fogo

receber

a visita

dos pássaros

dar o próximo

passo

ir até antes

do medo

ir até antes

para sermos

agora

 

mesmo

4. Me Deixa Ir

Me liberta

Me deixa ir

Deixa eu começar mais uma vez

Desse seu lugar

Você vai cair

Vou te pôr no chão com todos

Por ódio mesmo

Por permitir

Pelo teu desejo

Por me punir

Por ódio mesmo

Por desistir

Pelo teu receio

Por me ferir

Nosso texto

Nosso gozo

Você mata tudo aos poucos

Fez de um amor sem fim

Um mal temporal
Te lavo quando chover de novo

Me arranco os dedos

Me queimo as mãos

Troco de pele

Te digo não

Me arranco os pêlos

Me corto as mãos

Troco de pele

Te digo não

5. Os Homens

poema de arrudA

e então

os homens

foram

virando

cavalos

não

pela força

das pernas

mas pela

tristeza

dos olhos

e então

os homens

foram

virando

cavalos

e as

mulheres

uma espécie

 

de pássaro

6. O Sol Derreteu no Mar

O Sol derreteu no mar

Uma garota mergulhou

Anoiteceu

No Arpoador

Eu caminho na beirada

Que divide a cidade e a praia

Faço que não sinto nada

Finjo que já sei quem sou

E o contorno dos irmãos

Me lembra que estou

Na melhor pior cidade do mundo

Unida e apartada

Coletiva e solitária

Dividida em parte alta

E em parte baixa

7. Pra Sempre e Pra Nunca Mais

Eu já não sou mais quem fui

Você não é mais quem foi

E aquilo

Daquele jeito

É pra nunca mais

E é pra sempre

Quanto tempo leva um coração pra perdoar

Quanto tempo leva o amor pra dissolver

E quanto leva o corpo pra esquecer

E dizer não

Querendo dizer não

8. Acidente

Com Meno Del Picchia

Naquele filme
Que passava na minha frente

Voçê dizia coisas tranquilas

Acariciava meu cabelo

Um monte de gente se amontoava

E a minha roupa encharcada

Daquele sangue vermelho

Um sinal batia ao longe

E a água do mar gelava meus pés

Mas era alegria ver o Sol sumindo

Você dizia não dorme

Meu irmão pedalava bem forte

Aquele carrinho

Que era barco a vela também

Tudo era luz

Naquela escuridão

E eu só estava meio ali

Meio corpo

Meio carro

Meio chão

9. Gozo

Carregar ódio no coração então

Pra seguir nessa toada

Ter o peito e a mente sãos

Carregados de mágoa

Decidir se

Se desliga

Ou se parte pra porrada

Esquecer que o pensamento é seu

E não é dessa manada

Não

Enquanto houver gozo

Haverá esperança

Enquanto houver festa

Haverá a lembrança

De que esse corpo é casa

E quem tem a chave da entrada

Sou eu